domingo, maio 29

26/05/11

E desta que tenho que ser eu a abrir-te os olhos..
Sim, estive quando mais precisaste, dei te conselhos quando mais precisaste de ouvir, por vezes dizia te o que nao devia, mas e entao? estive sempre contigo, SEMPRE!
e quando fui? Onde estiveste?
Abre os olhos, ve o que esta a acontecer, tu nao ves?
Isto nao esta a resultar.. Eu tento fazer um esforco, eu tento, ja nao sei o que fazer..onde tens andado ?!
suportas gente que eu detesto, e nao reclamei. Nao consiguo fazer te feliz, nao estou a ser a pessoa que procuras. Eu nao quero que isto acabe ou acabasse, mas por vezes discussoes acabam com as proprias pessoas.As palavras chegam de magoar, parecem armas a disparar e doi.
Acima de tudo, quero ver te feliz. Sei que eu nao vou ser a pessoa a faze lo, nao depois de tudo.Quero que alguem te faca feliz e nao chorar. Quero o teu bem, desculpa por tudo, mas nao mereces-me, depois de tudo ja nao sou a pessoa que te faz sorrir.

3 comentários:

Catarina. disse...

Vou publicar outro capitulo, daqui a bocado! obg pela opiniao

- sara disse...

Estou a seguir :)

Marta Sofia disse...

Se as palavras magoam, tens que as dizer de outra forma para que a mágoa não seja tanta. Infelizmente, todos nós passamos por isso, mas não deixes de lutar por aquilo que queres. Um grande beijinho :)