domingo, março 6

bad day

Vi-te a vir em direcção a mim. Estavas mais arrogante e com  cara de poucos amigos desde a última vez que te vi. Vi que pintaste o teu cabelo, deixaste os teus louros cabelos para trás e tornaste uma nova pessoa, mais inundada de tristeza e não de felicidade ao me veres.
Dirigiste na minha direcção, como se quisesses dar más notícias, conseguia ver na tua cara e nos teus olhos. Antes sorrias só de me ver e agora nem por isso.
Pediste-me para sentar, obedeci. O banco vermelho rangera mas não te importou. Olhaste-me com os teus olhos tristes e disseste :
- Tenho cancro, é inoperável tenho apenas uma semana .. - disseste com voz trémula.
Olhei para ti e sem abrir a boca e dirigir-te uma única palavra, desatei a chorar, coisa que nunca na vida o tinha feito à tua frente até aquele momento. Esqueci-me dos momentos felizes passados juntos e fiquei a pensar como iria sobreviver sem ti. Mas eu esforçei-me para tirar as lágrimas dos olhos, porque era suposto ser eu a consolar-te e não tu.
Disse-te o que nunca na vida fora capaz de dizer:
- eu amo-te, e sem ti aqui faz-me querer morrer, quero estar contigo para sempre e não pouco, peço-te pra morreres junto de mim, que eu farei o mesmo.Quero estar ao teu lado, não deixo que o mundo e o destino nos separe para sempre.



ps : desculpem a ausência :$

5 comentários:

- maf'z ♥ disse...

woou , que texto *-*

Annie disse...

Oh, que texto .. :x

maria inês disse...

ena, muito forte mesmo! :o

A menina dona do diário disse...

#profundo... e lindo :)

Desculpa por ter sumido esses dias... mas estou de volta *-* (saudade daqui)

Abraço ;)

ana neves disse...

ma gosh :o . que forte!